CASUARINA CELEBRA CENTENÁRIO DE CAYMMI

CASUARINA CELEBRA CENTENÁRIO DE CAYMMI NA CAIXA CULTURAL RIO

Em três shows, o grupo de samba receberá Alice Caymmi, Eduardo Gallotti e Ana Costa no palco

Um dos pilares da música brasileira, Dorival Caymmi teria completado 100 anos em abril. Em homenagem ao mestre, a CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe, de 16 a 18 de maio (sexta-feira a domingo), o grupo Casuarina no show 100 Anos de Dorival Caymmi. As apresentações, sempre às 19h, terão participações de Alice Caymmi (16/05), Eduardo Gallotti (17/05) e Ana Costa (18/05).

O repertório, com cerca de 30 canções, todas com arranjos novos e originais, faz um apanhado abrangente da obra do artista. Vai desde algumas de suas clássicas canções praieiras, como Saudades de Itapoan e É Doce Morrer no Mar, a sambas sofisticados, como Sábado em Copacabana e Marina, que desaguariam na bossa nova. Há ainda algumas das incomparáveis músicas que compôs à sua Bahia natal, como 365 Igrejas e Você Já Foi à Bahia?.

“Caymmi foi um artista que redefiniu os rumos da música brasileira. Ele inventou esse samba falado, descritivo, apresentando para o país uma cultura baiana que, até então, os próprios brasileiros desconheciam. Sua obra é atemporal: seus sambas, toadas e modinhas são cantados Brasil afora. É fonte de inspiração para muitos artistas", afirma Gabriel Azevedo, diretor musical do projeto e um dos vocalistas do Casuarina.

Ainda em 2014, o espetáculo 100 Anos de Dorival Caymmi também será apresentado na CAIXA Cultural Salvador. O projeto tem o patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal.

Dorival Caymmi:

Nascido em 30 de abril de 1914 em Salvador, Dorival Caymmi começou muito cedo a tocar violão, instrumento que o acompanhou até sua morte, em 2008. Fez sua primeira composição, No Sertão, aos 19 anos de idade e, dois anos depois, começou a cantar. Em 1937 desembarcou no Rio de Janeiro onde, no ano seguinte, lançou pela Rádio Tupi o sucesso O Que é Que a Baiana Tem?, que o levou a atuar ao lado de Carmem Miranda. Aos 26 anos, casou-se com a cantora Stella Maris, com quem teve três filhos: Nana, Dori e Danilo. O primeiro álbum, Canções Praieiras, foi lançado em 1954 e tornou-se um dos mais cultuados da MPB.

Casuarina:

Formado em 2001 por Daniel Montes (violão de 7 cordas), Gabriel Azevedo (pandeiro e voz), João Cavalcanti (tantan e voz), João Fernando (bandolim e vocais) e Rafael Freire (cavaquinho e vocais), o Casuarina tem na bagagem cinco CDs e dois DVDs. Quando começaram a ocupar a então deserta Lapa para mostrar, em bares de pequeno porte, a música que faziam, não imaginavam que em tão pouco tempo estariam tocando para o mundo: Angola, Bélgica, Cuba, Eslovênia, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Israel, Portugal e Suécia são locais em que já se apresentaram. Em 2010, o Casuarina foi eleito como o Melhor Grupo de Samba do País no 21º Prêmio da Música Brasileira. O grupo também foi responsável, ao lado da Caixa Econômica Federal e da Superlativa, pelos shows que comemoraram os centenários de Herivelto Martins e Cyro Monteiro.

Informações e entrevistas:

Miriam Roia - (21) 99142-0018

miriamroia@gmail.com

Serviço:

Casuarina em "100 Anos de Dorival Caymmi"

Participação especial: Alice Caymmi (16/05); Eduardo Gallotti (17/05); Ana Costa (18/05)

Datas: 16 a 18 de maio de 2014 (sexta-feira a domingo)

Horário: 19h

Duração: 90 minutos

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena

Endereço: Avenida Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia-entrada

Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 10h às 20h

Lotação: 226 lugares (4 para cadeirantes)

Acesso para pessoas com deficiência

Classificação: Livre

Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

Realização: Superlativa

Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural Rio de Janeiro (RJ)

(21) 3980-3096 / 4097

www.caixa.gov.br/agenciacaixadenoticias| @imprensaCAIXA