CASUARINA CELEBRA CENTENÁRIO DE CAYMMI

CASUARINA CELEBRA CENTENÁRIO DE CAYMMI NA CAIXA CULTURAL SALVADOR

De 5 a 7 de dezembro, o grupo faz cinco apresentações do show “100 Anos de Dorival Caymmi”

A CAIXA Cultural Salvador recebe, de 5 a 7 de dezembro (sexta-feira a domingo), o grupo carioca de samba Casuarina para o show 100 Anos de Dorival Caymmi. O artista teria completado seu centenário em abril deste ano. O Casuarina, que está lançando o CD No Passo de Caymmi, vem à capital baiana para realizar cinco apresentações: sexta às 20h; sábado às 17h e às 20h; domingo às 16h e às 19h.

O show terá participação de Alice Caymmi, neta de Dorival, e cerca de 30 canções, todas com arranjos novos e originais. O repertório faz um apanhado abrangente da obra do artista. Vai desde algumas de suas clássicas canções praieiras, como Saudades de Itapoan e É Doce Morrer no Mar, a sambas sofisticados, como Sábado em Copacabana e Marina, que desaguariam na bossa nova. Há, ainda, algumas das incomparáveis músicas que Dorival Caymmi compôs ao seu estado natal, como 365 Igrejas e Você Já Foi à Bahia?.

"Caymmi foi um artista que redefiniu os rumos da música brasileira. Ele inventou esse samba falado, descritivo, apresentando para o país uma cultura baiana que, até então, os próprios brasileiros desconheciam. Sua obra é atemporal: seus sambas, toadas e modinhas são cantados Brasil afora. É fonte de inspiração para muitos artistas", afirma Gabriel Azevedo, diretor musical do projeto e um dos vocalistas do Casuarina.

O CD No Passo de Caymmi (Superlativa, 2014) foi gravado a partir do desejo do grupo de registrar os arranjos originais feitos por Daniel Montes e João Fernando para o projeto 100 Anos de Dorival Caymmi, apresentado pela primeira vez na CAIXA Cultural do Rio de Janeiro, em maio de 2014. O CD reúne 17 canções representativas de todas as fases deste que é um dos maiores artistas da história da música brasileira. É o primeiro álbum gravado exclusivamente pelo quinteto, sem músicos convidados, overdubs ou instrumentos "estrangeiros" em sua elaboração.

Mantendo a coerência com o estilo artesanal escolhido para o disco (a arte, por exemplo, foi toda desenhada a mão por Diogo Montes), eles decidiram deixar as vozes e os instrumentos o mais natural possível, tal como foram gravados, praticamente sem fazer uso de ferramentas de afinação e pós-produção. Não é coincidência que a obra do compositor tenha sido o estopim para que o Casuarina buscasse a sofisticação na simplicidade: artesão do mínimo, Caymmi criou personagens, histórias e linguagens com uma capacidade de síntese sem paralelos no cancioneiro do País.

Dorival Caymmi

Nascido em 30 de abril de 1914 em Salvador, Dorival Caymmi começou muito cedo a tocar violão, instrumento que o acompanhou até sua morte, em 2008. Fez sua primeira composição, No Sertão, aos 19 anos de idade e, dois anos depois, começou a cantar. Em 1937 desembarcou no Rio de Janeiro onde, no ano seguinte, lançou pela Rádio Tupi o sucesso O Que é Que a Baiana Tem?, que o levou a atuar ao lado de Carmem Miranda. Aos 26 anos, casou-se com a cantora Stella Maris, com quem teve três filhos: Nana, Dori e Danilo. O primeiro álbum, Canções Praieiras, foi lançado em 1954 e tornou-se um dos mais cultuados da MPB.

Casuarina

Formado em 2001 por Daniel Montes (violão de sete cordas), Gabriel Azevedo (pandeiro e voz), João Cavalcanti (tantan e voz), João Fernando (bandolim e vocais) e Rafael Freire (cavaquinho e vocais), o Casuarina está completando 13 anos de estrada.

O quinteto, que participou ativamente da retomada cultural da Lapa, o bairro mais boêmio do Rio, levou a música feita no Brasil para diversas partes do mundo, como Angola, Bélgica, Canadá, Cuba, Eslovênia, EUA, França e Israel. Lançou seis CDs, dois DVDs – um deles chegou a disco de ouro –, foi eleito o melhor grupo de samba do Brasil em 2010 pelo Prêmio da Música Brasileira e, no início de outubro, fez uma apresentação de destaque no TEDGlobal 2014.

O grupo também foi responsável, ao lado da Caixa Econômica Federal e da Superlativa, pelos shows que comemoraram os centenários de Herivelto Martins e Cyro Monteiro.

INFORMAÇÕES E ENTREVISTAS

Miriam Roia – (21) 99142-0018 | miriamroia@gmail.com

Anne Pinto – (71) 9942-1043 | annepinto01@gmail.com

SERVIÇO

Espetáculo Musical: "100 Anos de Dorival Caymmi" – Grupo Casuarina

Participação especial: Alice Caymmi

Período: 5 a 7 de dezembro de 2014 (sexta-feira a domingo)

Horário: 20h (sexta-feira) / 17h e 20h (sábado) / 16h e 19h (domingo)

Local: CAIXA Cultural Salvador

Endereço: Rua Carlos Gomes 57 – Centro – Salvador (BA)

Ingresso: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia). Vendas para todas as sessões a partir das 9h do primeiro dia do evento

Informações: (71) 3421-4200

Capacidade: 100 pessoas

Classificação: 16 anos

Duração: 90 minutos

Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural Salvador (BA)

(71) 3421-4200

www.caixa.gov.br/agenciacaixadenoticias | @imprensaCAIXA

www.facebook.com/caixaculturalsalvador